Como identificar mercados não explorados em franquias

Segundo levantamento de dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising), o ano passado foi muito promissor para o segmento de franquias, uma vez que o setor faturou cerca de R$ 115 bilhões, ganhando quase dez mil novos estabelecimentos comerciais instalados pelo território brasileiro e gerando um crescimento nacional correspondente a 11,9%.

A franquia é um tipo de negócio onde o uma marca irá ceder ao franqueado o direito de usar seu nome, bem como seus produtos, serviços e know how em troca de pagamentos estipulados, como taxa de adesão e royalties mensais.

Este é um modelo que tem se tornado bastante popular no Brasil na última década, tanto é que, atualmente, é muito difícil encontrar uma cidade que não possua uma franquia de alguma marca.

Alguns empresários acreditam que o segredo para o sucesso não está em se investir em uma marca conhecida, que já tem sucesso e renome dentro do mercado, mas sim em mercados que ainda não foram muito explorados por outros empreendedores, pois estes se mostram mais promissores que os negócios convencionais.

Franquias que podem entrar em ascensão
Pesquisa é fundamental para encontrar os mercados que são menos explorados.
(Foto: Reprodução)

Reconhecer e apontar os setores que ainda são inexplorados dentro do mercado de franquias brasileiro não é uma tarefa nada fácil, é preciso um conhecimento que se adquire somente com a experiência de quem já atua inserido neste segmento. Por isso, preparamos uma lista com excelentes opções para facilitar a vida de quem deseja investir em algo novo, confira:

Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)

Este é um setor que somente nos últimos anos passou a atrair uma quantidade maior de projetos, porém continua sendo um mercado que tem uma carência de profissionais e empresas especializadas para prestação de determinados serviços. O Programa Nacional de Banda Larga realizou um estudo em que afirma que a demanda por serviços e produtos de TI só tende a aumentar, abrindo de tal forma o mercado de TV a cabo para companhias telefônicas em cerca de 50%.

Segundo os profissionais da área, o setor promete mais no segundo semestre deste ano após o governo colocar em prática o ajuste fiscal, possibilitando que o segmento de Tecnologia da Informação comece a crescer em questões de investimento.

Favelas

Não exatamente se tratando de mercado, mas de público, as favelas ainda são pouco exploradas para a instalação de estabelecimentos comerciais em geral. Neste ano elas começaram a serem desbravadas pelas franquias brasileiras, seja de redes odontológicas, clínicas médicas, varejo, restaurantes e bares, cursos de idiomas e informática, entre outros.

As comunidades do Rio de Janeiro e São Paulo estão começando a receber pontos de franquias, o que é um excelente negócio, não só para a região que se desenvolve, mas para o franqueado que investe em um local que existe pouca ou nenhuma concorrência.

Turismo

O setor de turismo e hotelaria foi o que mais faturou no ano passado, tendo um aumento de 97,8%. A justificativa dos especialista se dá pela Copa do mundo, que trouxe diversas pessoas para visitar o nosso país e também movimentou os próprios brasileiros entre as cidades que sediaram os jogos da Copa.

No próximo ano teremos as Olimpíadas, podendo esperar que o mercado volte a se aquecer fortemente ou até mais do que no ano passado, tornando este um setor magnífico para se investir, pois a demanda de público é bem maior que a oferta das empresas.

Foodtruck

É possível encontrar os famosos carrinhos de comidas em diversas esquinas das grandes capitais, no entanto este é um tipo de negócio que ainda é bastante escasso nas cidades pequenas em regiões interioranas dos estados brasileiros.

Os que geralmente existem são negócios independentes e sem nenhuma credibilidade reconhecida. Assim, caso você pretenda investir em cidades do interior um foodtruck pode ser uma ideia próspera.

     » Abrir um negócio em franquia em princípio pode parecer um investimento simples, por conta com um modelo que já vem como todas as metodologias operacionais e de funcionamento, mas o empresário que irá tomar conta do negócio tem m papel fundamental no alcance do sucesso. Acesse nosso artigo e confira se você tem as Características essenciais para o perfil de um bom empreendedor.

Como estornar um venda na máquina da Cielo

Ultimamente muitos lojistas do mercado que utilizam máquinas da Cielo têm tido algumas dúvidas sobre a utilização de serviços de cancelamento, uma vez que a empresa acabou por realizar uma mudança em seu fluxo.

As reclamações na central de atendimento da rede aumentaram bastante depois de tal mudança, uma vez que os clientes ficaram sem saber exatamente como realizar o cancelamento ou estorno de transações realizadas nas máquinas da Cielo.

Como é feito o cancelamento?

Para entender melhor como o cancelamento é feito, siga o seguinte exemplo: uma compra foi realizada em uma loja no valor de R$ 100,00 e seria dividido em cinco vezes no cartão, no entanto a vendedora que realizou a transação na máquina dividiu em apenas três vezes.

Quando a compra for cancelada, o valor ainda assim estará sendo lançado na fatura do cartão de crédito com o qual a transação foi realizada. Não tem como este valor ser retirado da fatura.  O que acontece é uma disponibilização de crédito voucher no cartão de crédito para ser utilizado no mês seguinte.

É importante salientar que nem todas as compras podem ser canceladas, somente quando há falta de comunicação, desentendimentos entre as partes, fraudes ou serviços que tenham sido efetuados incorretamente.

Máquinas da Cielo
É possível cancelar transações que sairão errado com cartão de crédito.
(Foto: Reprodução)

Para sanar todas as dúvidas pertinentes a essa problemática, elaboramos um passo a passo com todo o procedimento a ser realizado para cancelar transações realizadas com cartão de crédito nas máquinas Cielo, confira:

1. Com a máquina ligada na tela inicial clique em “Cancelar”
2. Escolha a opção “Soluções da Cielo” e aperte “Enter”, é possível que nesse momento seja pedida a senha de operador, caso isso ocorra a digite corretamente e aperte “Enter”
→ Caso você erre a senha por mais de duas vezes seguidas sua máquina será bloqueada para uso.
3. Digite o número 9 seis vezes = 999999
4. Aperte Enter e em seguida a opção “Sim”
5. Escolha a opção “Crédito” que aparecerá na tela e aperte “Enter”
6. Escolha a opção “À vista” e aperte “Enter”
7. Insira o cartão de crédito com o qual a transação foi feita
8. Digite a data em que a transação foi realizada, o número do documento e aperte “Enter”
9. Insira o valor da transação e aperte “Enter”
10. Pronto! A máquina irá emitir uma nota anunciando o cancelamento.

Lembre-se que o cancelamento de transações é feito diretamente no estabelecimento onde a compra foi realizada, independente se tiver sido feita em uma loja física ou por lojas virtuais na internet. A administradora de cartões não tem autonomia para realizar o cancelamento de uma transação, devendo ser feito portanto diretamente com o estabelecimento comercial.

Como ter o retorno do investimento de uma empresa

Quando um empresário pensar em abrir uma empresa, uma das maiores dúvidas que passa pela sua cabeça é a respeito do fluxo de dinheiro ou de caixa, se eles conseguirão ser mais elevados do que o investimento requer.

A resposta desta questão não é das mais simples e se baseia no uso do método FCD (Fluxo de Caixa Descontado), um dos conceitos fundamentais dentro do mundo dos investimentos e finanças.

Para que ele seja aplicado de forma correta é preciso prestar bastante atenção em dois pontos essenciais:

1. Fazer uma estimação do fluxo de caixa que estará disponível ao investidor em um momento futuro, o qual também é nomeado como fluxo de caixa livre.

2. Aplicar dentro deste mesmo fluxo um desconto que o trará ao valor presente ou atual comparável, de modo a utilizar uma taxa própria para o desconto.

Fluxo de Caixa Livre

O fluxo de caixa livre é o dinheiro que fica para a empresa após o momento em que todas as pendências utilizadas são devidamente pagas. Em outras palavras, quando se investe capital em uma empresa o dinheiro vai para o terreno, prédio, máquinas, estoque, insumos, mãos de obras, despesas em geral e impostos. Assim, o dinheiro que restar ainda poderá ser utilizado como capital de giro ou em outras contas.

Taxa de desconto

O valor do dinheiro se modifica através do tempo, ou seja, o que hoje vale determinada quantia, daqui a dois anos não terá o mesmo valor, qual será este valor então? Essa é a pergunta que a taxa de desconto busca responder: qual o valor do dinheiro com o passar do tempo. Tal taxa é condicionada de acordo com o custo de oportunidade, o qual representa a taxa de retorno que é possível obter em um empreendimento similar com risco equivalente.

Valor Presente e Valor Futuro

Retorno de investimento pode variar de acordo com o tipo de negócio.
Calcular o prazo de retorno do investimento é essencial para não se frustrar.
(Foto: Reprodução)

Para fazer o cálculo e descobrir quanto seu investimento renderá em determinado período é possível utilizar a seguinte fórmula:

VP= VF/(1+i)^n

Onde:

» VP = Valor Presente
» VF = Valor Futuro
» i = Taxa de desconto (ao ano)
» n = Período do investimento
» ^ = Elevado/Potência

Dica importante

Não deixe de fazer planejamentos a cerca do seu investimento a curto, médio e longo prazo, pois desta forma você compreenderá melhor as perspectivas que alcançará, podendo também reformular o seu desenvolvimento operacional e de produção para atender as demandas que o mercado lhe oferecer.

Na plataforma do Sebrae (Serviços Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) também é possível obter maiores orientações sobre esquemas para calcular o resultado operacional que uma empresa tem em determinado período.

Regras para devolução de mercadorias

Em alguns países, como nos EUA, é comum que algumas empresas permitam que os clientes façam a devolução de produtos sem precisar dar uma justificativa, recebendo ainda todo o seu dinheiro de volta.

Existem até mesmo casos onde não existe nem prazo limite determinado para que a troca ocorra, é preciso apenas que o produto esteja em boas condições e possua a nota fiscal.

No Brasil as lojas não costumam estar abertas a políticas de devolução de compras, no entanto o CDC (Código de Defesa do Consumidor) prevê que o consumidor têm um prazo de até sete dias para devolver determinado produto e ser reembolsado em situações que a compra não tenha sido realizada em uma loja física.

Confira o Art. 49 do CDC e o Parágrafo Único que o sucede:

“O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.
 
Se o consumidor exercitar o direito de arrependimento previsto neste artigo, os valores eventualmente pagos, a qualquer título, durante o prazo de reflexão, serão devolvidos de imediato, monetariamente atualizados.”

O objetivo principal do Código não se pauta em oferecer uma nova chance ao consumidor que efetuou a compra em um momento de impulso, mas proteger aqueles que são vítimas de ofertas enganosas, como em compras pela internet ou por catálogos.

Troca de produtos após a compra.
Quando a compra é realizada em lojas físicas não é possível realizar a devolução por arrependimento. (Foto: Reprodução)

Para evitar tal situação a recomendação é que se tenha bastante cuidado e consciência no momento de exercitar tal direito, uma vez que o processo que o envolve costuma ser muito burocrático. A desistência fica assim a cabo do consumidor que não se aproveitou do seu produto, obtendo desta forma o direito de se arrepender, uma vez que ele não é o que se esperava.

» Procedimento de devolução

Para solicitar a devolução de um produto e receber o dinheiro gasto de volta é necessário que o consumidor contate a empresa a respeito da desistência em um prazo de no máximo sete dias.

Em seguida o produto pode ser devolvido pessoalmente, pelos correios ou retirado por alguém da empresa em um local que o consumidor informará. É de responsabilidade da empresa fornecer meios práticos que viabilizem a devolução.

Caso a empresa se recuse a aceitar a troca ou dificulte o processo, o consumidor deve entrar em contato com o Procon para resolver tal pendência. E se até mesmo o Procon não for capaz de solucionar a questão deve-se recorrer à Justiça, através dos Juizados Especiais Cíveis, especializados em atender pequenas causas.

Como financiar pelo BNDES pessoa física

Preparamos este artigo para apresentar a você todas as linhas de crédito que o BNDES tem para pessoa física. Essa possibilidade de financiamento não é muito conhecida pelas pessoas, uma vez que não existe muito investimento em marketing para promover tais produtos e serviços.

O BNDES possui uma ferramenta de ação chamada Mais BNDES, a qual ajudar o empreendedor a encontrar qual a melhor forma de financiamento para o negócio do empresário.

Há muito tempo que o banco oferece financiamento para pessoas físicas, tendo objetivo de atingir os seguintes públicos:

Caminhoneiros: transportadores autônomos de carga que possuam cadastro no RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga) e CNH (Carteira Nacional de Habilitação) na qual esteja disposta a categoria precisa para conduzir o bem a ser financiado.

Cooperado: pessoa associada a cooperativas do setor agropecuarista, agroindustrial, pesqueiro, de crédito, educacional, de reciclagem, entre outros.

Microempreendedor: pessoas que tenham uma renda bruta que alcance até R$ 360.000,00 anualmente, disponibilizando um microcrédito de até R$ 200.000,00 por ano.

Produtor rural: pessoa física que trabalhe dentro do setor de atividades e serviços rurais.

Financiamento BNDES
Financiamento e linhas de crédito para pessoa física.
(Foto: Reprodução)

Requisitos para fazer o financiamento

•  Estar em dias com obrigações fiscais, tributárias e sociais;
•  Enviar um cadastro com dados pessoais e financeiros satisfatórios;
•  Apresentar capacidade para realizar o pagamento do financiamento;
•  Possuir garantias que cubram o risco que envolve a operação;
•  Não estar em atual regime de recuperação de crédito;
•  Compreender e aceitar a legislação que envolve o negócio;
•  Estar de acordo em cumprir a legislação ambiental.

O financiamento é liberado somente após que todo o processo de contratação do produto terminar e for aprovado após a análise de crédito. As taxas de juros, bem como encargos sobre o negócio costumam variar muito tendo como fator de mudança qual a linha de crédito que for escolhida.

Assim, é de extrema importância consultar o BNDES de forma direta para obter maiores informações sobre qual linha de crédito você precisa e se ela é oferecida com boas taxas. Por exemplo, quem deseja o serviço de microcrédito para microempreendedores pagará uma taxa de juros de 4% ao mês em um valor de R$ 15.000,00. Já o agricultor que desejar o mesmo valor para financiamento irá pagar apenas 2% de juros ao mês.

A recomendação é que se financie itens ou projetos que garantam ao empreendedor um ganho na produtividade, seja a curto, médio ou longo prazo, o que irá ampliar as margens de lucro que o investidor tem atualmente.

Acesse o site do Mais BNDES para escolher a opção que melhor se encaixa com o seu perfil e necessidades como empreendedor.

Características essenciais para o perfil de um bom empreendedor

O mundo dos negócios é cada vez mais competitivo, sendo destaque então aqueles empresários que sabem lidar melhor com todas as mudanças pelas quais o mercado passa constantemente.

Para se tornar um empreendedor de sucesso várias características precisam ser desenvolvidas ao longo do processo, como habilidades para a gestão e administração, atitude de liderança e empreendedorismo, bem como conhecimento sobre os processos operacionais e de desenvolvimento de uma empresa.

Confira a seguir então cinco características extremamente fundamentais que todos que estão começando no mundo do empreendedorismo devem desenvolver o mais rápido possível:

1. Oportunidades

Um empreendedor de sucesso não fica no seu escritório sentado esperando a oportunidade bater na porta, ele está sempre atento as novas tendências do mercado e oportunidades de negócios. Ele é capaz de compreender que os problemas a serem resolvidos possuem soluções que nem sempre são práticas, por isso sempre busca novas iniciativas e as coloca em prática, pois geralmente rendem lucro ao negócio.

2. Analise dos riscos

Avaliar todas as alternativas possíveis antes de tomar qualquer decisão é essencial, pois quem tem tal característica é capaz de enfrentar qualquer desafio que possa vir a surgir eventualmente sem colocar tudo a perder por atitudes que não foram pensadas o suficiente. Correr risco não é um problema, ao contrário, é até saudável, isso se todas as questões forem avaliadas previamente de forma minuciosa.

Perfil do empreendedor de sucesso
Empresário de sucesso.
(Foto: Reprodução)

3. Qualidade e eficiência

Empresários bem sucedidos estão sempre a procura de aperfeiçoar seus produtos e serviços, seja diminuindo o tempo da entrega ou reduzindo os custos que envolvem a produção. Prezar sempre a qualidade significa estar sempre disposto a melhorar o produto para satisfazer de forma mais eficaz o cliente. E quando se é eficiente, é possível atender a todas essas questões oferecendo ainda preços e prazos menores que a concorrência.

4. Persistência

Este é o combustível de qualquer empreendedor: buscar sempre novos meios para conseguir atingir seus objetivos. É fundamental não se cansar, nem desistir diante das dificuldades, pois a jornada sempre continua e a cada dia que passa novos problemas surgirão, o importante se pauta em como o empresário lida com eles, procurando sempre novas alternativas e soluções.

5. Planejamento

Por fim, a parte mais importante de qualquer negócio que almeja alcançar sucesso: o planejamento. Nenhum negócio vai para frente se ele não tem um plano, metas e objetivos a serem cumpridos. Para se chegar a determinado patamar é necessário projetar o caminho que se fará até lá. Assim, é indispensável que se elabore um planejamento a curto, médio e longo prazo e ao final de cada período se avalie o alcance das metas e quais mudanças precisam ser feitas dentro da empresa.

Se você deseja obter sucesso no mundo do empreendedorismo deve estar ciente de que não se aprende tudo na prática do dia a dia, é necessário também material teórico para o desenvolvimento cognitivo. Por isso criamos uma lista com Livros recomendados a quem está a procura de um negócio em franquia, não deixe de acessar.

5 tipos de franquias perigosas a investir

Negócios que requerem bastante planejamento por parte do investidor, assim como um capital inicial alto com retorno acontecendo somente a longo prazo são geralmente vistos como arriscados para os empreendedores.

Para fugir dos negócios que são considerados perigosos, os especialistas afirmam que é preciso inovar e sair do corriqueiro. Preparamos especialmente para você que está procurando um investimento seguro uma lista com os tipos de negócios mais arriscados dentro do mercado de franquias.

Franquias que oferecem serviços e produtos de luxo

Os consumidores estão passando a compreender quais são os verdadeiros valores de cada produto ou serviço, estando também mais exigentes quanto a essa questão e notando quando o preço está alto demais. Desta forma, se o cliente perceber que o produto está acima do que realmente vale, ele não irá realizar a compra.

Outra questão importante é sobre as classes emergentes, hoje as pessoas dos grupos C, D e E são as que mais estão fazendo o mercado financeiro se movimentar. A dica então é investir em uma franquia que esteja voltada para atender esse público.

Franquias que fornecem crédito ao consumidor

Investir em um negócio que oferece serviços para pagamento a longo prazo são bastante perigosos e deve-se ter cautela antes de apostar em um, pois o gestor está sujeito a sofrer inadimplência de seus clientes comprometendo dessa forma o fluxo do caixa e até mesmo outras negociações.

Franquias perigosas
Analisando as opções antes de investir.
(Foto: Reprodução)

Negócios voltados para o ramo de turismo

O povo brasileiro é um dos povos que mais valoriza questões relacionadas ao lazer, entretanto o setor de turismo em momentos de crise econômica é sempre impactado, uma vez que as viagens das famílias passam a serem mais curtas e com custos reduzidos, todos buscam economizar, principalmente quando se trata de um destino internacional, a decisão de compra carrega maiores critérios e é avaliada levando em consideração a cotação do dólar.

Negócios que envolvam importação

Empresas que para o seu funcionamento precisam dos produtos de fornecedores de fora do país são negócios bastante arriscados, pois variam de acordo com a alta do dólar, que nos últimos anos tem ficado cada vez mais imprevisível.

Esse tipo de investimento é perigoso porque caso haja impacto no valor de fabricação de determinado produto, no momento de sua comercialização o preço ficará maior, o que pode impedir que o consumidor realize a compra.

Negócio que exijam investimentos altos

Como a instabilidade econômica no Brasil vem sendo muito grande nos últimos anos, investir em negócios que envolvem investimento demasiadamente altos não é recomendável. É mais benéfico e seguro investir em setores que estejam em alta e tenha retorno do investimento inicial a curto prazo.

Se eu investir em uma franquia durante a crise, pode dar errado? Entenda os perigos desse negócio

A crise financeira vem afetando todo o planeta, a começar pela Europa, que passa por uma de suas fases mais delicadas em aspectos de finanças, mas não somente ela, as bolsas de valores de todo o mundo estão em queda, há instabilidade no câmbio e a inflação no Brasil tem cada vez mais projeções de elevação.

Para aqueles que não estão dispostos a estudarem como a crise está ocorrendo, é indicado que não se faça nada em questão de investimentos, pois é melhor do que tomar uma atitude impensada.

Investir dinheiro durante a crise é, acima de qualquer coisa, uma tarefa que exige flexibilidade, pois ao mesmo tempo tem que se enfrentar questões referentes ao seu universo financeiro pessoal, como por exemplo, o aumento dos preços em supermercados e no varejo em geral, juros aumentando nos setores bancários e o desemprego desolando milhares de pessoas.

Fica notável então que esta é uma proposta arriscada, mas que ainda assim, conforme especialistas é possível obter rendimentos com aplicações.

Negócios independentes

Segundo os especialistas da área de finanças, as indicações de ações durante um momento de crise são as seguintes:

→ Se a inflação está aumentando, procure investimentos que acompanhem a alta da inflação.

→ Se os juros estão aumentando, procure a renda fixa pós-fixada, que vai acompanhar o aumento da taxa de juros, neste caso se tem por exemplo as LFTs (Letra Financeira do Tesouro), que são os títulos do tesouro que acompanham a alta da Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) e todos os títulos de dívidas privadas que são atrelados ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), conforme a taxa de juros aumenta o seu rendimento será maior.

Investimento durante a crise
Caso não se tome os cuidados necessários seu negócio pode falir.
(Foto: Reprodução)

Franquias

Já o investimento em franquias é muito recomendado, tendo em vista que ele se trata de um modelo de negócio que já é pré-formatado, ou seja, não acompanham as altas e baixas da economia brasileira.

Por exemplo, durante um momento em que a inflação e os juros estiverem em alta, o preço das taxas da franquias, como royalties, publicidade e marketing continuarão os mesmos.

» Um grande exemplo de investimento durante a crise que surgiu nos últimos tempos é referente à Grécia, o país esteve prestes a declarar um calote internacional e os títulos estiveram com preços bastante baratos e ofereciam uma rentabilidade altíssima, entretanto este era um negócio de bastante risco, uma vez que o país poderia não conseguir sustentar as suas dívidas.

A personalidade do empreendedor precisa estar ligada a seu tipo de negócio?

Ser um empresário, empreendedor ou investidor significa estar sempre em busca de seus objetivos, planos, sonhos e, principalmente, da sua autorrealização e independência.

Existem várias pesquisas que circulam no mundo dos negócios a respeito de quais são as características que levam uma pessoa a obter o tão famigerado sucesso no mundo do empreendedorismo, a resposta mais básica e encontrada de todas é o desejo que se tem pela realização pessoal.

Desejo o qual vem acompanhado de bastante determinação, dedicação e foco durante o desenvolvimento e operação de uma empresa, fazendo com que o gestor à frente acredite e seja apaixonado pelo que faz.

O que, no caso, é um fator fundamental para uma trajetória bem-sucedida: ter prazer e gosto em exercer a sua profissão. Assim é essencial que o investidor se identifique com o seu negócio, pois caso não o faça, a tendência é que ele naufrague aos poucos.

Tipo de negócio e perfil do empreendedor
Sucesso do empresário depende da sua ligação com o negócio.
(Foto: Reprodução)

Analisando seu perfil

Antes de escolher  por qual negócio investir é essencial que o empreendedor analise algumas características sobre o seu perfil e expectativas no  mundo dos negócios.

Exceto aqueles que entram como sócio-investidor, todos os empresários tem papéis a cumprir dentro de uma empresa, como gerir pessoas, cuidar das finanças, analisar os riscos e até mesmo arriscar, aceitar decepções e saber lidar com elas, tomar decisões que envolvem a gerencia, observar e atuar no dia a dia operacional, entre outros.

Para aumentar então a probabilidade de sucesso na carreira de empresário, é necessário além de uma análise criteriosa sobre a viabilidade econômico-financeira que envolve o negócio, ter afinidade com o produto ou serviço que o estabelecimento comercializará.

Esse momento de auto-análise deve conter uma avaliação sobre as competências que o futuro empresário tem, quais as habilidades que o negócio e exige e se o candidato está apto e disposto a desenvolver e se capacitar.

Dica importante

Caso você seja um consumidor fiel ou tenha uma paixão por determinada marca, uma boa opção de investimento são as franquias. A franquia é um modelo de negócio já formatado em que o investidor pode até fazer o test drive por um dia e analisar se ela se encaixa em seu perfil.

Atualmente, no mercado brasileiro, são mais de duas mil oportunidades que o empreendedor encontra para negociar dentro dos mais diversos segmentos, podendo assim escolher a que melhor se encaixar com o seu perfil e expectativas.

Se você está pensando em abrir um novo negócio, mas ainda não sabe em que investir acesse nosso artigo e confira como funcionam as franquias, um negócio que vem ganhando cada vez mais adeptos no mercado brasileiro.

Veja sua franquia crescer com a ajuda do Google Apps

O Google é conhecido em todo mundo como o maior buscador de informações da internet, no entanto, há muito tempo a empresa expandiu a sua gama de funções e hoje oferece diversos serviços aos seus usuários, sendo muitos deles gratuitos ou com baixo custo.

Neste artigo demonstraremos à você todas as funções que o Google têm e que pode estar te ajudando a promover  e agilizar os processos da sua empresa.

Essas ferramentas fazem parte do Google Apps for Business, um pacote de produtividade que tem como base a nuvem. Permitindo assim que a sua empresa e equipe se conectem de forma simples, segura e organizada de qualquer lugar do planeta.

E-mail profissional

Fornecimento de um domínio para o seu e-mail de forma personalizada (@nomedasuaempresa.com). Podendo utilizar esse domínio para criar contas de e-mails para seus colaboradores ([email protected]). Esse e-mail conta com assistência profissional durante 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Espaço de armazenamento

Para facilitar a vida do empresário tornando desnecessário os backups das máquinas, no Google Apps as empresas têm uma nuvem com espaço de 30 Gb que podem ser utilizados para armazenamento de arquivos e afins. Caso o usuário deseje mais espaço é possível contratar até 16 Tb e distribuir a quantidade entre os colaboradores.

Google Apps e o mundo dos negócios.
Google, maior empresa de fornecimento de informações do mundo.
(Foto: Reprodução)

Programas de escritório

O Google Docs é integrado ao Drive, oferecendo assim uma enorme gama de produtos, como por exemplo, documento de textos, planilhas com tabelas e apresentações dinâmicas, formulários de pesquisa, websites, entre outros, todos contando com a função de salvamento automático.

Encontre tudo

Se de um lado o Google já é o maior e mais eficiente buscador de informações da internet, imagina dentro do seu próprio sistema.

É possível fazer pesquisas de e-mails e arquivos utilizando o sistema de buscas interno do Google Apps, o qual e bastante inteligente e rápido.

Spam

Conforme a sua utilização o filtro anti-spam, o Google Apps armazena informações e se torna mais inteligente e eficaz dentro da sua função.

Conectividade

Uma grande facilidade desse serviço é que ele pode ser utilizado em diversos locais e por diversos aparelhos, como tablets, smartphones, notebooks e etc., a única coisa necessária é possuir conexão com a internet. Deste modo, a comunicação entre os colaboradores fica mais rápida, podendo acontecer até mesmo com mais de uma pessoa simultaneamente.

Aplicações

A comunicação interna pode fluir melhor e de forma mais integrada se o usuário instalar o navegador Chrome e utilizar serviços como o Google Agenda, Google+ e Hangouts, tudo isso além de outros serviços bastante interessantes, como o AdWors/AdSense, Analytics, Blogger, Places e etc.

Facilidade e Segurança

O Google é uma plataforma reconhecida internacionalmente, assim podemos perceber que a sua credibilidade é bastante confiável. Os dados que são depositados nos apps ficam em segurança, dispensando o usuário de ficar preocupado com a violação de seus negócios particulares. Tudo isso vem acompanhado de vídeos e tutoriais que ensinam a forma de utilização dos serviços, podendo o usuário participar também de fóruns de discussão para tirar eventuais dúvidas.

» Para quem deseja testar esses serviços, o Google oferece um teste gratuito que dura 30 dias, depois desse período o preço fica US$ 5,00 por mês por cada usuário ou US$ 50,00 anuais por usuário.